sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Brand X - Moroccan Roll (1977)






O segundo disco da Brand X veio bem diferente. A banda tornou-se um quinteto com a entrada do Morris Pert, líder da banda Sun Trader que tinha o Peter Robinson, futuro membro da Brand X. O som também mudou, ficou mais experimental e aproximou-se do prog com composições mais elaboradas. Elementos musicais indianos e do oriente médio foram explorados. Não se assuste ao ler "vocal" ali no Phil Collins; ele faz só um fundo e não chora as pitangas, não. De chorar mesmo é ver uma banda dessas ser maltratada pela Virgin: as edições em cd são tão relaxadas que o título aparece escrito de modos diferentes. O som é normal, mas não é porque é "compact price" que pode descambar. O vinil da Charisma, lançado no Brasil, é muito bem cuidado e tem uma porção de gracinhas nos créditos que foram suprimidas aqui. Por exemplo: eles contam que mixaram no estúdio Morgan, onde as cortinas eram apenas desenhos mas o resto dos móveis era real. Que gravaram em "Panavision" e agradecem a uns caras por limitarem o caos. Agradecem a uma moça que, segundo eles, sem ela, vários carros teriam sido guinchados. Também agradecem ao Bill Bruford, sei lá porque. O humor faz parte da obra, oras. Recentemente a Toshiba relançou todos os discos, quem sabe tá melhor.


John Goodsall  -guitarra, violão, sítara, baixo, eco, vocal
Percy Jones  -baixo Fender, Autoharp, harpa, marimbas
Robin Lumley  -sintetizadores Moog, Roland String e ARP Odissey, piano, piano elétrico Fender Rhodes, Autoharp, Clavinet, eco
Phil Collins  -bateria, percussão, piano, vocal
Morris Pert  -percussão


1 Sun in the Night
2 Why Should I Lend You Mine (When You've Broken Yours off Already)
3 ...Maybe I'll Lend You Mine After All
4 Hate Zone
5 Collapsar
6 Disco Suicide
7 Orbits
8 Malaga Virgen
9 Macrocosm

Um comentário:

Marcelo disse...

http://www.mediafire.com/?2fzzwja36m6xkz5