quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Tangerine Dream - Electronic Meditation (1970)






A Tangerine Dream é uma das mais importantes bandas da cena kraut, e na sua longa história abordou quase todos todos os gêneros, do rock psicodélico à new age. Ela começou lá no meio dos anos 60 como uma mutação de uma banda pop chamada The Ones que era inspirada na Electric Prunes. Logo eles adotaram um viés de jazz-rock, já que seus membros originais Sven Johansson e Volker Hombach eram bem versados em fusion. Edgar Froese já fazia parte do line-up. Fã do Pink Floyd e de Jimi Hendrix, Froese sempre foi um instrumentista brilhante e um inovador; tornou-se o líder e foi o único a permanecer. Depois de um entra e sai de músicos, a banda resumiu-se a um trio para gravar esse primeiro disco. O título já vai deixando clara a intenção de explorar a eletrônica, mas a despeito dos gadgets, pedais e efeitos de delay, a estrutura é a básica de uma banda de rock. Mesmo assim, foi a vanguarda. Mesmo antes de Electronic Meditation ser lançado, Schulze e Schnitzler saíram para se juntar aos membros da Agitation Free no projeto Eruption — logo depois, Schulze formaria a Ash Ra Tempel. A porta giratória voltou a rodar e a Tangerine Dream tornou-se seminal para a música eletrônica.


Edgar Froese -órgão Farfisa, piano, guitarra, violões
Klaus Schulze -bateria, percussão
Conrad Schnitzler -cello, violino, efeitos sonoros
com:
Jimmy Jackson (Embyo, Amon Düül) -órgão
Thomas Keyserling -flauta


1 Genesis
2 Journey Through A Burning Brain
3 Cold Smoke
4 Ashes To Ashes




Um comentário:

Marcelo disse...

http://rapidshare.com/share/F63A4F276FDE59071CB0DB0FADAFB629