terça-feira, 12 de abril de 2016

Otis Spann - The Biggest Thing Since Colossus (1969)







De todos os álbuns com colaborações entre mestres do blues e jovens aprendizes britânicos, este é um dos melhores. Na sua primeira turnê nos Estados Unidos, a Fleetwood Mac não chamou muita atenção, mesmo apresentando-se antes de Joe Cocker e Jethro Tull, ou, talvez, por causa disso. De qualquer forma, nessa passagem ela deixou para a posteridade a Blues Jam in Chicago. Durante as gravações o produtor percebeu uma empatia entre Spann e Peter Green e propôs mais uma rodada, só com Spann e a Fleetwood Mac. Spann argumentou que precisaria de mais algum entrosamento e trouxe S.P. Leary, o baterista de Muddy Waters e que também participou daquelas jams na Chess. Bem, e o que faz deste álbum, dentre tantos que foram feitos do mesmo jeito, uma obra prima? Peter Allen Greenbaum.




Otis Spann - vocal, piano
Peter Green - guitarra
Danny Kirwan - guitarra
John McVie - baixo
S.P. Leary - bateria



1   My Love Depends on You 
2   Walkin' 
3   It Was a Big Thing 
4   Temperature Is Rising (100.2ºF) 
5   Dig You
6   No More Doggin' [Rosco Gordon]
7   Ain't Nobody's Business [Jimmy Witherspoon]
8   She Needs Some Loving
9   I Need Some Air
10 Someday Baby

5 comentários:

Zé Jacaré disse...

O link expirou, bro.

Pls, reup.

Marcelo disse...

Não, é problema do Mediafire. Guenta aí.

Marcelo disse...

https://mega.nz/#!HswWlSoY!zce1WGWhkUwE16rKRChpuPX9iZbyssr6lD8-cMzAxCM

Zé Jacaré disse...

URRA!

fideo de mileto y claudia disse...

Otra Joya a la vista. Muchas gracias amigo Marcelo tu y tu tocayo en el Real Madrid sois los mas grandes.