segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Grobschnitt - Grobschnitt (1972)







A Grobschnitt, como tal, surgiu em abril de 1971 mas sua história começou em 1965 numa banda beat chamada The Universal. Esta evoluiu para uma chamada The Crew, que foi uma das primeiras a tocar rock genuinamente alemão. Ela mudou o nome para The Crew Blues Band, não deu certo e se separou em duas: Charing Cross e Wutpickel. Isso foi em 1969. Em 1970 ambas se reuniram sob o nome Charing Cross e depois virou Grobschnitt. Suas influências são um cruzamento de Pink Floyd e Yes com Zappa e Gong. Aliás, assim como na Gong, os membros da Grobschnitt também adotavam pseudônimos. Por tudo isso, a banda estreou já madura, balanceando o space-rock e o rock clássico em arranjos complexos para a dupla de guitarras e os teclados.




Hermann Quetting (Quecksilber) - órgão, piano, espineta, percussão
Gerd-Otto Kühn (Lupo) - guitarra
Stefan Danielak (Wildschwein) - guitarra rítmica, vocal
Bernhard Uhlemann (Bär) - baixo, flauta, percussão
Joachim Ehrig (Eroc) - bateria, percussão, efeitos eletrônicos
Axel Harlos (Felix) - bateria, percussão




1 Symphony
   a) Introduction 
   b) Modulation 
   c) Variation 
   d) Finale 
2 Travelling 
3 Wonderful music 
4 Sun trip
   a) Am Ölberg (Mount of Olives) 
   b) On the way 
   c) Battlefield 
   d) New era 
5 Die Sinfonie (Live)

2 comentários:

Marcelo disse...

http://www.mediafire.com/download/8qupmavviw9d99x/Grobs.zip

walas luna disse...

suena bastante bien :)