quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Deep Purple - Shades Of Deep Purple (1968)








A Deep Purple pertence à Santíssima Trindade do rock e tudo começou com o baterista da banda The Searchers, chamado Chris Curtis. Ele procurou o produtor Tony Edwards com o projeto de uma banda a ser chamada Roundabout. Esse nome significaria que seus membros entrariam e sairiam constantemente. Curiosamente, foi o próprio Curtis quem primeiro saiu, logo nos primeiros dias. Antes disso vieram Jon Lord e Nick Simper. Lord era um tecladista com sólida formação erudita que estava na banda The Artwoods, do irmão do Ron Wood, guitarrista da Rolling Stones. Lord sugeriu seu amigo Nick Simper para o baixo, e Simper estava na Johnny Kidd & The Pirates e esteve no acidente de carro que matou Johnny Kidd. Ritchie Blackmore também foi contratado. Ele tocara em diversos combos e um deles chamava-se Roman Empire, cujos membros apresentavam-se vestidos — acredite se quiser — de gladiadores.
Com a saída de Chris Curtis foi testado um baterista chamado Bobby Woodman, que não agradou. Aí, eles contrataram de uma vez dois membros da banda The Maze: Ian Paice e Rod Evans.
A Roundabaut partiu para uma excursão na Escandinávia e, no final, mudou seu nome para Deep Purple, que era a música favorita da avó de Blackmore.
A banda começou a preparar este primeiro álbum mas ainda era ignorada em seu país. Então, a gravadora, que pertencia ao comediante americano Bill Cosby, arranjou uma turnê nos Estados Unidos e lá é que Shades Of Deep Purple foi lançado primeiro. O trabalho da banda foi muito influenciado pelo da Vanilla Fudge e este disco contém rearranjos matadores de sucessos como Hey Joe e Hush, esta última alcançando a quinta posição nas paradas. O sucesso na Europa veio depois que foram escolhidos para se apresentarem da turnê de despedida da Cream.






Jon Lord - órgão Hammond, backing vocal
Ritchie Blackmore - guitarra
Rod Evans - vocal
Nick Simper - baixo, backing vocal
Ian Paice - bateria






1   And The Address
2   Hush
3   One More Rainy Day
4   Prelude: a - Happiness; b - I'm So Glad [Skip James]
5   Mandrake Root
6   Help [Lennon/McCartney]
7   Love Help Me
8   Hey Joe [Billy Roberts]
9   Shadows (Album Out Take)
10 Love Help Me (Instrumental Vsn.)
11 Help (Alternate Take)
12 Hey Joe (BBC Top Gear Session)
13 Hush (Live US TV 1968)

Um comentário:

Marcelo disse...

https://mega.nz/#!W8IDSSZS!4QmBUu9E7Kd79yG8CmvyLX_fYwmLcv5074Z8Z_xas3k